Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2018

Angola-carimbo mudo circular de 8 barras

Na província de Angola no início da circulação do selo postal, os selos eram obliterados com um carimbo mudos de oito ,  ou quatro, barras paralelas, simetricamente dispostas em relação a um diâmetro. Impressas geralmente a preto, e também a azul, encontram-se a anular os selos tipo Coroa e, mais raramente, os das emissões seguintes. Ao lado aparecia a marca do dia com o nome da localidade e a data do mesmo. No catálogo da 3ª Exposição Filatélica do Quanza-Sul (Novo-Redondo) em 1965, na página 91 é dada a conhecer as coleções de «70 folhinhas» com diferentes carimbos que foram editados pela empresa Publicações Imbondeiro por ocasião do IX Dia do Selo (1-12-1963).  Alguns desses carimbos foram reproduzidos no catálogo do 1º Centenário do Selo Postal de Angola. Fig.1- Reprodução da imagem de uma das «70 folhinhas». Em 1970 o suplemento do boletim dos CTT  foi o catálogo do primeiro centenário do selo postal em Angola que continha um artigo dedicado à marcofilia angolana

Angola- franquia mecânica da Navetur, tipo III, N.º128

O Grupo C.U.F. em 1974 detinha um grande número de empresas ligadas às mais variadas áreas. Uma destas áreas estava ligada à navegação, com muitas empresas, em Angola chamava-se NAVETUR – Agências de Turismo e Transportes de Angola (1971).  fig.1- Franquia mecânica com o título n.º128 do tipo III da máquina Pitney Bowes.

Bibliografia- 1º Centenário do selo Postal de Angola

Fig.1- Suplemento do Boletim dos CTT de Angola de Dezembro de 1970

Angola-franquia mecânica "Cabinda Gulf Oil Company", tipo II, N.º75

O Decreto n.º41180, de 9 de julho de 1957, publicado no Diário do Governo, I série-número 154, é constituída a sociedade Cabinda Gulf Oil Company e requerem ao Ministério do Ultramar a concessão exclusiva de pesquisas e exploração de jazigos de carbonetos de hidrogénio e produtos afins no distrito de Cabinda. "As nossas actividades de exploração e de produção começaram em 1954 quando a CABGOC realizou o primeiro estudo geológico de campo. Quatro anos mais tarde, em Ponta Vermelha inaugurou-se o primeiro poço em terra. Em 1966 realizou-se a nossa primeira descoberta offshore no Campo de Malongo seguindo-se a nossa primeira extracção em 1968." Mostramos, de seguida, uma franquia do tipo II , agora da empresa Cabinda Gulf Oil Company (CABGOC), com o título de licença N.º75 (máquina 016), sem publicidade . Até ao momento não conhecemos nenhum exemplar desta franquia com publicidade desta multinacional. Fig.1-franquia mecânica do tipo II, com o N.º

Cabo Verde-Ilha do Maio 1883

Marca pré-filatélica usada antes de 1877, tinha datador que não existe em 1883. Assim a data passou a ser manuscrita. Fig1-ilha do Maio 27-10-1883.   Fig2-ilha do Maio sem data